roteiro curto em Paris

Roteiro em Paris:10 dicas para o seu roteiro

Chegou aquela oportunidade única de conhecer Paris, porém por uma questão de trabalho, ou deixou filhos em casa, ou está conhecendo várias cidades ou países em um período de 10, 15 dias, somente restaram três mínimos e sofríveis dias para visitar Paris. Você vai deixar de conhecê-la? Naaamm . São poucos dias? Sim. Mas, o que fazer se você só tem poucos dias nessa cidade linda?

Sempre digo que viagem boa é aquela que você quer fazer. Então para aqueles que não podem estender-se muito em sua estadia. Segue 10 dicas para um roteiro curtíssimo, mas inesquecível na Cidade Luz.

10 dicas para um roteiro em Paris

1) Não se desespere com poucos dias

Tenha foco. Eleja as prioridades. Você já sabe que tem poucos dias, então não vá tentar conhecer tudo, pois não haverá tempo. Então, pesquise, estude. Peça dicas aos amigos, mas lembre-se que para cada amigo consultado, provavelmente terá um ponto turístico a mais para acrescentar ao seu roteiro. Estão veja pontos turísticos que se enquadram ao seu perfil.

roteiro em Paris

Torre Eiffel vista do topo do Arco do Triunfo.

2) Escolha a sua estação do ano preferida

No inverno (21/dezembro a 20/março), Paris fica fria e cinzenta, com dias curtos o que acaba com a sua viagem ao ar livre, porém os cafés ganham vida e aromas; na primavera (21/março a 20/junho), Paris volta a ganhar cor com as flores e o convida a aproveitar o melhor dos parques e passeios ao ar livre; no verão (21/junho a 20/setembro), o Rio Sena ganha uma praia artificial, com direito a cadeiras e barracas; no outono (21/setembro a 20/dezembro), as flores caem e Paris ganha uma cor amarelada, meio sépia. Assim, extraia o melhor de cada estação. Cada uma delas tem o seu valor, a depender do seu estilo e objetivo.

Se você pode escolher em qual período viajar, escolha entre março e outubro. Entre esses meses, os dias em Paris são mais longos. Nesse período, os horários das principais atrações costumam ficar abertas até mais tarde. Até mesmo para uma caminhada à beira do Rio Sena e um passeio nos parques, com dia ainda claro, ficará bem mais produtivo o seu dia.

roteiro em Paris

Passeio de barco no Rio Siena – não pode faltar no seu roteiro.

3) Exclua o dia da chegada e o dia da partida

Nesta sugestão de roteiro, teremos três dias inteiros para descobrir Paris. Mesmo que isso signifique pagar uma diária a mais apenas para dormir, acredite: vale a pena.

Cheguei a Paris uma hora da madrugada, peguei o RossyBus, no aeroporto Charlles de Gaulle e desci na Opera Garnier a uma quadra do meu hotel. Deixei Paris às onze da manhã. Dessa forma, paguei uma diária a mais, mas ganhei três dias inteiros em Paris.

roteiro em Paris

Carrossel ao da Torre Eiffel. A criança Adora!

4) Esqueça o bate-volta a qualquer lugar.

Concentre-se na cidade de Paris. No meu roteiro, tirei um dia, ops, uma tarde para conhecer Versalhes e foi a grande roubada da viagem.

roteiro em Paris

Casal Rascunhos no pátio principal de do Palácio de Versailles.

5) Avalie pegar o ônibus turístico.

O ônibus turístico para nos principais pontos turísticos, no sistema hip-on-hop e você ainda escuta as explicações históricas através do áudio-guia. Como o roteiro do ônibus é entre os pontos turísticos, você economiza tempo de viagem entre eles de forma objetiva. Praticamente supre a sua necessidade de deslocamento dentro da cidade. O bilhete pode ser adquirido em qualquer parada do ônibus.
Em quase todos os pontos turísticos em Paris há uma estação de metrô, porém perigoso, com mendigos, ambulantes e mal sinalizadas o que aumenta suas chances de perde-se na cidade. Em outras ocasiões, perder-se até seria uma boa oportunidade para conhecer outros locais bacanas, mas com pouco tempo, seria um transtorno.

roteiro em Paris

Avenida Champs-élysées, com o Arco do Triunfo ao funso – vista da parte superiot do ônibus turístico.

6) Compre ingressos antecipados

Em locais como o Louvre e a Torre Eiffel você poderá comprar o ingresso antecipado, porém com hora marcada, sem devolução e sem jeitinho brasileiro caso perca a hora marcada. Dessa forma, você ganha tempo ao livrar-se das filas. Caso seja essa sua opção, faça com antecedência de meses, pois em cima da hora você não conseguirá.

Museu do Louvre 

No site oficial do museu, louvre.fr, você encontrará a lista de lojas que vendem o bilhete de entrada on-line, porém deverá resgatá-lo na loja física antes de dirigi-se ao museu.

Torre Eiffel

No site oficial da torre, torreeiffel.paris, você poderá comprar com antecedência e hora marcada o seu ingresso, porém compre com bastante antecedência. Deixei para comprar apenas a uma semana da minha viagem e não consegui. Então, assim que decidir o seu roteiro, compre seu ingresso.

roteiro em Paris

Final de tarde no segundo andar da Torre Eiffel.

7) Eleja um museu para visitar e estude-o

Pesquise sobre ele: quais suas principais obras de arte, seus artistas, melhor horário para visita-lo. Os principais museus, logo na entrada, possuem mapas que indicam a localização de suas obras e seus artistas. De posse do mapa e já sabendo o que quer ver, você ganhará tempo.

Escolhi visitar o Museu do Louvre. Fiz exatamente o que disse, porém não consegui agendar o horário da visita. Comprei a entrada do Louvre junto com o bilhete do ônibus turístico. Resultado: passei apenas cinco minutinhos na fila no mês de setembro, peguei o mapa e fui direto ao que queria conhecer. Reservei uma manhã para isso. Foi o primeiro ponto turístico que visitei nesse dia. Almocei no Café Richelieu/Angelina na área Richelieu a poucos passos dos aposentos de Napoleão III no Museu e depois parti para outros locais.

 

roteiro em Paris

Vênus de Milo exposta no Museu do Louvre.

roteiro em Paris

Sobremesa do Café Richelieu/Angelina.

8) Prepare-se para um longo dia

Saia do hotel preparado para um longo dia. Leve uma mochila, com água, máquina fotográfica, celular, etc. A mochila servirá para levar um casaco, caso esfrie, ou guarda-lo, caso esquente. Use sapatos confortáveis. Salto alto nem na Champs Élysées. E olhe que eu adoro um salto alto!

roteiro em Paris

Ponte das Artes.

9) Hospede-se perto dos principais pontos turísticos

Tente ficar hospedado perto dos principais pontos turísticos. Mas, isso você terá que ponderar, analisar, pois os hotéis e pousadas mais centrais são os mais caros, assim como os mais distantes são os mais econômicos. Você terá que decidir.

roteiro em Paris

10) Trace seu roteiro

Tomadas as decisões para a viagem, trace seu roteiro de acordo com o que você realmente gostaria de conhecer, um roteiro em Paris adequado ao seu perfil e tempo.

Ao traçar o meu roteiro, compro ou baixo da internet o mapa da cidade a ser visitada. Antes da minha viagem, comprei um guia de Paris marquei o local do meu hotel, os pontos turísticos que queria visitar e através do google maps tracei as distâncias entre eles. Dessa forma, eu saberia qual a exata distância que iria percorrer caso fosse necessário fazer uma longa caminhada ou pegar um táxi. Por sinal, caríssimos na Cidade Luz.

roteiro em Paris

No mais, você vai encantar-se com as luzes e o glamour de Paris; deliciar-se com os cafés, as pâtisseries e brasseries; e mergulhar no conhecimento da história da arte, moda, cultura, política e economia francesa traços importantes e inspiradores de gerações. Curta os parques, avenidas e ruas históricas. Ou, se desejar, faça como os franceses, pois o melhor de tudo é “flâner”, flanar, andar ociosamente, observando a paisagem, sentar em um parque, ou saborear um sorvete, ou melhor, um crepe à beira do Sena.

Abraços!
Jamille

Você também poderá gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>