Maranguape

Redescobrindo Maranguape

Maranguape está localizada a 37 km de Fortaleza. Terra de ilustres cearenses como o humorista Chico Anísio e o historiador Capistrano de Abreu, dentre outros. Foi palco de uma das primeiras reuniões abolicionistas e esconde belezas encantadoras como o Pico da Rajada ou Pedra da Rajada, na Serra de Maranguape.

Nossos visitantes irão lembrar-se de Maranguape ao perceber que lá se encontra o Complexo Turístico Ipark. Até compreendo o interesse maior pelo parque, no entanto, que tal conhecer um pouco da história maranguapense?

Maranguape no Ceará

Através das palavras do guia Alexandre Cabral, convidado pelo guia e turismólogo Gerson Linhares, gentilmente em uma manhã de Domingo, durante uma caminhada articulada pela Faculdade CDL, deixei-me levar por entre as ruas desse encantador município e redescobri:

• A Igreja Matriz de Ns. Senhora da Penha, padroeira de Maranguape. Curiosamente o município tem dois padroeiros: Nossa Senha da Penha e São Sebastião. Este último foi escolhido pelo povo em Ação de Graças, devido à suposta intervenção do mesmo na grande epidemia de cólera ocorrida em Maranguape no ano de 1862.

Igreja Nossa Senhora da Penha em Maranguape

Igreja Nossa Senhora da Penha.

Igreja Nossa Senhora da Penha em Maranguape

• O humor de Chico Anísio, no sítio Ipu, na Casa de Chico Anísio, onde o humorista viveu parte de sua infância. Ícone do humor no Brasil, Francisco Anysio Filho viveu em Maranguape os primeiros anos de sua vida, até sua família migrar para a capital Fortaleza, e alguns anos depois partir para o Rio de Janeiro, para tentar ganhar a vida.

Museu do Humor em Maranguape

Entrada da Casa de Chico Anísio.

Museu do Humor em Maranguape

Casa de Chico Anísio em Maranguape

Detalhes da Casa de Chico Anísio.

Detalhes da Casa de Chico Anísio.

Detalhes da Casa de Chico Anísio.

Detalhes da Casa de Chico Anísio.

Detalhes da Casa de Chico Anísio.

Detalhes da Casa de Chico Anísio.

Detalhes da Casa de Chico Anísio.

Detalhes da Casa de Chico Anísio.

Entrada original do Sítio Ipu - Casa de Chico Anísio

Entrada original do Sítio Ipu – Casa de Chico Anísio

• O Museu da Cidade que já funcionou como escola, cadeia, delegacia de polícia e instituto médico legal. Destinava-se inicialmente a ser uma escola pública, e como tal funcionou durante muitos anos. Conta com um pequeno acervo, sinal da carência de incentivo à cultura, tão comum em algumas cidades. Mas vale a visitação.

Museu da Cidade em Maranguape

Museu da Cidade em Maranguape

Pedra utilizada nas necropsias, na antiga Cadeia de Maranguape.

Pedra utilizada nas necropsias, na antiga Cadeia de Maranguape. Hoje Museu da Cidade

• Um pouco da vida do historiador Capistrano de Abreu. Sua origem no campo, nas plantações de café e cana-de-açucar, sua ida para Fortaleza, estudar no seminário da Prainha, quando foi contemporâneo de Cícero Romão Batista, o retorno a Maranguape após sua expulsão do seminário, o convite do então senador José de Alencar para acompanha-lo ao Rio de Janeiro, onde formou-se em direito, e sua projeção como escritor reconhecido nacionalmente.

Praça Capistrano de Abreu em Maranguape

Praça Capistrano de Abreu em Maranguape

Coreto na Praça Capistrano de Abreu

Coreto na Praça Capistrano de Abreu

• Praças e casarões centenários. As tradicionais famílias maranguapenses e seus casarões, a arquitetura colonial e as influencias europeias tão presentes no nordeste.

Antiga rodoviária da cidade  em Maranguape

Prédio onde funcionou a Estação Rodoviária Gouveia Neto, a primeira de Maranguape. Hoje é a Central de Turismo e Artesanato de Maranguape.

 

Solar dos Correias, em Maranguape.

Solar dos Correias, em Maranguape. Hoje é uma pousada.

Solar da família Sombra em Maranguape

Solar da família Sombra. Hoje é uma agência da Caixa Econômica.

Detalhes do Solar da família Sombra em Maranguape

Detalhes do Solar da família Sombra.

Solar Bonifácio Câmara – Apesar de ser conhecido por Solar Bonifácio Câmara em Maranguape

Solar Bonifácio Câmara – Apesar de ser conhecido por Solar Bonifácio Câmara, o casarão foi construído pela família Correia (a mesma do Solar dos Correias)

Solar Bonifácio Câmara – Apesar de ser conhecido por Solar Bonifácio Câmara em Maranguape

Após um processo de restauração, o Solar Bonifácio Câmara abriga o Núcleo de Arte, Educação e Cultura. O núcleo funciona com o apoio do Governo do Estado, da Prefeitura Municipal, do Proares (Programa de Apoio às Reformas Sociais para Crianças e Adolescentes) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Detalhe do azulejo em Maranguape

Detalhe do azulejo no Solar Bonifácio Câmara. Lembra os azulejos portugueses no centro histórico de São Luìs

Maranguape

Maranguape

Infelizmente, um dos principais entraves à visitação de museus em nosso estado: todos fecham aos sábados à tarde e aos domingos. Mas, se sua visita é durante a semana, redescubra a bucólica Maranguape. Visite seus museus, igrejas, caminhe por suas ruas, redescubra casarões antigos e muita história presente em cada rua, praça e avenida. Sinta a vida simples de um povo humilde que guarda em seu cotidiano um pouco da história do Ceará e do Brasil também.

Abraços!

Jamille

Serviço

Circuito Cultural Faculdade CDL – todo último domingo do mês. Informações: www.Faculdadecdl.edu.br

Você também poderá gostar

2 pensamentos sobre “Redescobrindo Maranguape

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>